Games

Inteligência artificial da OpenAI vence equipe profissional de Dota 2

inteligência artificial

A OpenAI criou bots, que são espécies de personagens controlados por inteligência artificial (IA), para jogar Dota 2. A mágica por traz desses bots está nas mãos da equipe da OpenAI, que fez com que cada dia de treino correspondesse a 180 anos de experiência acumulada no game. Assim sendo, neste mês e meio que passou desde a última demonstração pública, os bots treinaram mais 8.100 anos de Dota 2.

Os personagens controlados pelo computador aprenderam as técnicas do jogo e dos humanos de forma autônoma e apenas alguns pontos foram ajustados para ajudar no desempenho da IA.

Um deles foi a limitação da quantidade de heróis que cada bot pode escolher, baixando dos mais de 100 disponíveis para apenas 18 selecionáveis. Mesmo com uma simplificação no número de personagens, pouco foi possível fazer para impedir a vitória em uma jogatina de melhor de três partidas.

O resultado final foi 2-1. Os bots ganharam de forma avassaladora os dois primeiros jogos, e os humanos conseguiram uma vitória de honra no final. Segundo os analistas de Dota 2 que acompanharam o jogo, o que mais impressionou foi a ausência de “indecisões”. Os bots jogaram com inteligência, e nunca se mostraram indecisos na forma de agir.

Os trabalhos de treinos começaram em maio deste ano, quando a IA perdeu para amadores. No mês seguinte os bots já aprenderam o suficiente para vencer jogadores intermediários sem muitas dificuldades e, agora, foram capazes de derrotar uma equipe profissional do mundo do eSport.

Ainda neste ano de 2018 ocorrerá o The International 8, o torneio mundial de Dota 2, e o objetivo da OpenAI é de colocar os seus bots para participarem do torneio e ver até onde a IA é capaz de chegar.