Informática

Inteligência artificial já pode desenvolver rivalidade por conta própria

inteligência artificial

Rivalidade entre grupos e indivíduos parece não ser só um fenômeno humano (ou até mesmo animal). O resultado de um estudo realizado em parceria entre a Universidade de Cardiff, no País de Gales, e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, causou espanto ao revelar que robôs são capazes de desenvolver, por conta própria, rivalidades quando estão trabalhando juntos.

A pesquisa aponta que desenvolver rivalidades, e até preconceitos, em relação a outros indivíduos é algo que não requer um alto nível de capacidade cognitiva e pode ser facilmente demonstrado por máquinas com inteligência artificial.

Para um robô aprender esse tipo de comportamento, bastaria apenas ele identificar, copiar e aprender esse comportamento de uma outra máquina.

O teste realizado foi feito através de uma espécie de jogo, no qual cada uma das inteligências artificiais envolvidas era separada em grupos e teria que decidir se faria uma “doação” para alguém de dentro do seu grupo ou para um indivíduo de um outro grupo.

Cada um desses indivíduos virtuais possuía uma reputação e uma estratégia para fazer a tal doação. O que se viu após várias simulações, é que cada indivíduo passou a copiar a postura de terceiros, sejam eles pertencentes ao seu grupo ou não.

Conforme as simulações eram feitas, o preconceito contra indivíduos externos passou a aumentar, criando grupos de inteligência artificial cada vez mais fechados.

Vale lembrar que a rivalidade surgiu em grupos de inteligência artificial sem nenhuma influência externa.
De acordo com Roger Whitaker, um dos responsáveis pelo teste, as simulações mostraram que o preconceito é uma poderosa força da natureza e, por meio da evolução, ele pode facilmente se tornar incentivado em populações virtuais.

Um dos alertas que o estudo deixa é que esse pode ser um problema real quando falamos sobre a proliferação de máquinas autônomas. Já imaginou máquinas com o potencial de se tornarem preconceituosas espalhadas por aí? O que você acha? Nos diga nos comentários.

Livros sobre I.A

inteligencia-artificial-no-ensino

Inteligência Artificial no Ensino. Como Co...

inteligencia artificial por ben coppin

Inteligência Artificial – Técnicas, ...

entendendo-a-inteligencia-artificial

Entendendo Inteligencia Artificial

inteligencia artificial livro

Inteligência Artificial: Uma Abordagem de ...

inteligencia artificial teoria pratica

Inteligência Artificial – Teórica e ...

inteligencia-artificial-em-controle-e-automacao

Inteligência Artificial em Controle e Auto...

superinteligencia-caminhos-perigos-estrategias

Superinteligência: Caminhos, Perigos, Estr...

livro inteligencia artificial george f luger

Inteligência Artificial – Abordagem ...

Cursos de I.A

curso-inteligencia-artificial-avancada-assistentes-pessoais

Inteligência artificial avançada para assi...

internet-das-coisas-curso

Internet das Coisas – Uma visão ampl...

talia sistema inteligencia artificial advogados

Talia – Inteligência Artificial para...

instarise

Instarise – Inteligência artificial ...

Tudo Sobre IoT curso online

Tudo Sobre IoT – Internet das Coisas

curso robôs im inteligência artificial facebook

ROBOS.im – Plataforma para criação d...

comandar-casa-por-voz-internet-das-coisas

Manual para Comandar sua Casa por Voz a Ba...

curso online robotica automacao residencial

Curso de Robótica e Automação Residencial