Games

Qual a importância da inteligência artificial dos jogos?

inteligência artificial

Recentemente, conforme noticiamos aqui no Inteligência Artificial, saiu a notícia de que a OpenAI, um laboratório de IA fundado por Elon Musk, treinou uma inteligência artificial (IA) para participar de um torneio do jogo Dota2. Para muitos, isso pode parecer um desperdício de dinheiro. Mas, você sabia que existe um mutivo por traz desses tipos de testes?

Desde o surgimento da idéia de inteligência artificial nos anos 50, os jogos têm sido uma maneira eficiente de medir a capacidade da IA. Eles são especialmente convenientes para testar a capacidade de algoritmos, porque você pode quantificar o desempenho da IA ​​com pontuações numéricas e resultados de ganhos e perdas e compará-los com humanos ou outra IA.

Esses tipos de estudos já trouxeram diversos resultados. A IBM, por exemplo, criou o seu supercomputador Watson com base nas evoluções que a IA sofreu durante os anos aplicada especialmente em games. O Watson se tornou a base para uma enorme linha de serviços de inteligência artificial da IBM em diferentes domínios, incluindo saúde, segurança cibernética e previsão do tempo.

Podemos citar também a DeepMind, que está empregando sua experiência no desenvolvimento do AlphaGo, a IA do Google que foi capaz de derrotar o melhor jogador no jogo de tabuleiro Go, para usar a IA em outros campos.

Como por exemplo, a empresa lançou um projeto para melhorar a eficiência da rede elétrica britânica. O Google, graças ao AlphaGo, também está empregando a técnica para reduzir os custos de eletricidade de seus enormes centros de dados ao automatizar o controle de consumo de seus diferentes hardwares.

Testes feitos com games não são tão inúteis como possam parecer, afinal. Através da aplicação da IA em jogos durante todos esses anos, os algoritmos de IA acabaram ficando mais consistentes e inovadores com o tempo.