Inovações

Um novo dispositivo vestível pode permitir que você controle sua TV apenas pensando

A NextMind anunciou que o dispositivo, que vem na forma de um pequeno gadget redondo que pode ser preso na parte de trás da cabeça, começará a ser enviado para desenvolvedores e parceiros este mês.

O conceito por trás da tecnologia é semelhante ao dos eletroencefalogramas (EEG), atualmente encontrados principalmente em salas de hospitais. Como os EEGs, o dispositivo do NextMind registra a atividade elétrica do cérebro e “lê” os sinais para entender quais informações estão sendo enviadas ao corpo.

Depois de capturar e traduzir a atividade cerebral, a tecnologia a transforma em um comando digital para dispositivos compatíveis. Se o cérebro do usuário envia um sinal para mudar de canal de TV, por exemplo, o dispositivo vestível pode disparar diretamente a ação – sem a necessidade de usar um controle remoto ou até mesmo mover a mão.

O CEO da NextMind, Sid Kouider, revelou o dispositivo em novembro passado e explicou que os oito eletrodos do wearable medem a atividade em uma área específica do cérebro, o córtex visual, que processa as informações enviadas por nossos olhos.

É assim que os usuários podem acionar comandos como reproduzir, pausar ou aumentar o volume, neste exemplo, em uma tela de TV, simplesmente concentrando sua atenção na parte relevante da tela.

Outra aplicação potencial do dispositivo NextMind é o jogo: em vez de usar um controle, os jogadores podem atirar nos oponentes concentrando-se apenas no alvo. Adicione um fone de ouvido VR e é fácil ver como a BCI poderia fornecer outro grau de imersão para toda a experiência.

Mas esse tipo de aplicação da tecnologia da NextMind ainda é uma coisa do futuro. Embora Kouider tenha demonstrado como o dispositivo pode ser usado para controlar um aparelho de TV ou um jogo, a empresa pediu aos desenvolvedores que apresentem novos ambientes e aplicativos controlados pelo cérebro.

Ainda resta saber se o novo dispositivo vestível suportará as limitações que os BCIs enfrentam atualmente a pele, o cabelo e os ossos entre o córtex visual e o dispositivo que enfraquece a força dos sinais elétricos.

“Existem muitos obstáculos”, disse Kouider, “mas tudo se resume a uma coisa: melhorar a largura de banda do sinal que você pode gravar a partir do cérebro”.

Livros sobre I.A

Inteligencia Artificial Uma Introducao ao Raciocínio Baseado em Casos

Inteligência Artificial: Uma Introdução ao...

biologia-artificial

Biologia Artificial: A evolução da Intelig...

introducao-a-mineracao-de-dados

Introdução à Mineração de Dados

inteligencia artificial teoria pratica

Inteligência Artificial – Teórica e ...

androides-sonham-com-ovelhas-eletricas

Androides Sonham Com Ovelhas Eletricas?

redes neurais artificiais em 45 minutos inteligencia artificial

Redes Neurais Artificiais em 45 Minutos: i...

historia-e-evolucao-da-inteligencia-artificial

História e evolução da inteligência artifi...

o-humano-mais-humano

O humano mais humano: O que a inteligência...

Cursos de I.A

curso-inteligencia-artificial-avancada-assistentes-pessoais

Inteligência artificial avançada para assi...

curso robôs im inteligência artificial facebook

ROBOS.im – Plataforma para criação d...

comandar-casa-por-voz-internet-das-coisas

Manual para Comandar sua Casa por Voz a Ba...

internet-das-coisas-curso

Internet das Coisas – Uma visão ampl...

talia sistema inteligencia artificial advogados

Talia – Inteligência Artificial para...

instarise

Instarise – Inteligência artificial ...

336x280_profissionais-do-futuro_seq2

Profissional do Futuro – Inteligênci...

Tudo Sobre IoT curso online

Tudo Sobre IoT – Internet das Coisas